Thursday, November 04, 2010

†††Bem Vindo ao Vale das Sombras!†††

Silêncio! A Morte está dormindo!


†††Olhos†††


Tudo percebe
Tudo vê
Proteje o Vale
Dos inimigos
Das tempestades
Não brinca, não ri
Atento, servil, ele segue
E tudo sabe
Tudo consegue
Se for pelo bem da Me
†††Me Morte†††

4 comments:

Mão Branca said...

Putz, Me, que loucura!
Vc é doida, por isso que é legal.
Obrigado.

Vou linkar, propagandear, alardear, vc entende, né?!
Muitos beijos.

Mão Branca said...

A adaptação ao poema ficou num jeito perfeitamente Me Morte de ser, de falar, de poetar.
Fera.
Beijos

ediney said...

gostei dos teus poemas,da ordem voraz com a palavra e posta

Assis de Mello said...

Tudo muito sombrio
por aqui
Que vivam os Deuses
dos fundos
da Terra